Traição

A traição: uma palavra com muitos matizes

No século XXI, a era dos relacionamentos abstractos, a palavra traição mudou a sua significação a ponto de se tornar um vocábulo confuso e difícil de explicar. Com uma definição oficial, embora pouco esclarecedora, segundo a acadêmia de letras portuguesa, a traição é a ação ou efeito de trair…mas o que é trair? Uma outra vez com as definições oficiais que pouco nos servem: Trair é enganar perfidamente, faltar ao cumprimento de uma promessa ou compromisso. Mas tem mais três definições que acho muito interessantes. A primeira propõe que a traição pode consistir simplesmente em deformar, não traduzir com fidelidade, o que acontece muitas vezes quando as pessoas modifcam a sua vontade as palavras e as frases. A segunda definição de traição está relacionada com a força, ja que dá a entender que trair é não ajudar, abandonar, neste caso uma pessoa pode se trair a si próprio. A última é a que mais chamou a minha atenção: A traição implica revelar: trair um segredo por exemplo. No tempo de outrora, a falta de internet e medios de comunicação faziam com que a infidelidade tivesse pernas longas. Hoje, ela está exposta o tempo tudo. Tem as pernas curtas e os músculos cansados de escapar. Hoje, a gente tem que procurar novas sifnificações para cobrer todos os estreitos e largos matizes que tem esta palavra.

A traição virtual na era da informática

Como, onde, por que, quando… muitas perguntas par
a poucas respostas. A traição entende-se normalmente por a situação onde um parceiro engana ao seu namorado ou a sua namorada com uma outra pessoa. Mas nos últimos anos, trás a aparição de sites Web de namoro e sexo online, as redes sociais, a possibilidade de ter acesso à internet desde qualquer lugar, o celular e as mensagens instantâneas e o correio electrónico (que até pode-se dizer que já é uma coisa antiga), os relacionamentos ficaram expostos e a traição também. Cada passo que você dá, cada palavra que você diz, cada mensagem que você envia, tudo o que faz parte da traição ficam à vista de todos. Os sites webs pidem para as pessoas escolher um tipo de relacionamento no seu perfil: devemos escolher uma pessoa, e todo mundo deve saber que ela ou ele é a minha cara metade. Mas este tipo de condicionamento não oferece a seguridade e as redes sociais vêm a ser um arma de dois gumes: esses sites oferecem a possibilidade de procurar namoro mas também facilitam a traição porque pode-se arranjar alguém para ter sexo de uma noite só de maneira simples, fácil e rápida. Mas o que acontece quando dois pessoas só batem papo flertando e paquerando? Existe a traição virtual?.

Olhos que não vêem coração que não sente? A traição coberta e descoberta

A traição agora pode ser online, mental ou real. Mas, é possivel estabelecer os límites e condições do relacionamento antes de começar a namorar como se fosse um contrato antenupcial? E proibido bater papo com outras pessoas do sexo oposto, é possível compartilhar fotos sensuais com outros contatos, etc. etc. etc.
Mas tem diferença entre a traição feminina e a traicão masculina? Como diz o refrão popular, os homens são de marte e as mulheres de venus; entretanto tanto as mulheres quanto os homens caem na tentação. A traição pode ter muitas causais, mas se você é vitima involuntária ou vítima voluntária, culpável ou inocente, jogador ou espectador, testemunha ou infrator depende do que você (e o seu parceiro) entende como trair. A pergunta é: o sexo ou paquera online às escondidas envolve traição? Tem gente que diz que traição não se torna efetiva até a outra pessoa descobrer e ela é como um jogo de tênis: não pode se jogar só e precisa-se um rival para atacar e encarar e se você entra num jogo, você tem que jogar.

O marido e a amante: os clichês e banalidades da traição

A traição pressupõe um relacionamento e um terceiro…? Em geral as pessoas acham que traição por parte do marido é a mais comum, pois são os homens os que cumprem um ciclo trás ter um filho, e depois, renovam-se como um ave fenix para recomeçar um outro ciclo novamente, enquanto a mulher fica encruzilhada entre a sua vida como mãe e como mulher. Mas não sempre é assim, e a cada dia que passa tem mais mulheres à procura de um caso ou uma aventura para sair da rutina do matrimônio. A traição já não é um privilégio exclusivo do homem e o sexo online pode facilmente virar real. Os sites de namoro online representam para muitas pessoas uma porta aberta à traição e uma saida de um relacionamento monótono sem equilíbrio nem firmeza. Com discrição e paciência, as pessoas podem procurar contatos online para bater papo, paquerar, conversar e, se rolar um clim, para se encontrar e experimentar emoções novas e sexo bem gostoso. Muitas pessoas trabalham o dia inteiro para chegar em casa e cozinhar e se deitar. Elas não têm tempo para sair e conhecer pessoas. Mas se você tem internet, as possibilidades são infinitas e traição está só a um click de você.

A traição e a infidelidade

O que o homem as vezes entende como infidelidade, a mulher entende como traição. Na maioria dos casos é a mulher quem põe as condições do relacionamento, portanto é ela quem define o termotraição. Ela vai incluir dentro da significação de traição até a mínima possibilidade de pensar em uma outra pessoa, de olhar uma outra mulher, de tocar os dedos de uma outra mão e cheirar o perfume de uma outra pele porque tudo implica um perigo. As vezes acontece indiretamente, com sinais e comportamentos que fazem com que o seu namorado saiba o que pode fazer e o que é proibido. O problema (ou felizmente!) é que cada pessoa é um mundo diferente, e o que uma pessoa acha pecado, a outra acha liberdade. Mergulhar no mundo da traição implica entrar num mar de laberintos e espelhos, as vezes com saída, as vezes sem retorno. Uma separação, uma briga, um pranto, um amante ou um novo amor. A traição não tem límites, mas tem escolhas.